Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


VALDIGEM DE VINHEDOS... QUAIS JARDINS ENCANTADOS QUE ESCONDEM SECULARES SEGREDOS, MÁGOAS E ÁRDUO TRABALHO, ONDE OS AVÓS DOS AVÓS CULTIVARAM E FIZERAM AMADURECER CADA RUGA QUE TEM SEU ROSTO…

Ermida de S. Domingos

Francisco Duarte, em 15.04.09

 

  TRECHO HISTÓRICO

 

A referência mais antiga de que se tem conhecimento a S. Domingos data de 1163. A ermida de S. Domingos está situada num dos locais mais bonitos da região, pela magnífica paisagem que dali se pode contemplar. A cerca de 750 metros de altitude daqui se avistam territórios pertencentes a muitos Municípios e a três Distritos diferentes: Viseu, Vila Real e Porto. O monumento é um exemplar típico das ermidas de romarias medievais. Da sua traça destaca-se o portal em ogiva e encimado pelo escudo das quinas sobre o qual assenta a coroa real. A porta lateral exibe tímpano românico próprio da arquitectura medieval. Durante muito tempo houve aguerrida disputa quanto à posse e designação da Capela de S. Domingos entre Queimada, Fontelo e Valdigem. Primitivamente, e até meados do século XVIII ela foi conhecida por S. Domingos da Queimada e é assim que Rui de Pina (cronista e diplomata português, nasceu na Guarda em 1440 e faleceu em 1522), a menciona quando relata a romagem de D. João II. Dessa pendência foi Fontelo vencedor. Como curiosidade, refira-se que um documento datado de 1726 menciona “ a capela de S. Domingos de Queimada, sita na freguesia de Fontelo”. 

 
LENDAS DE S. DOMINGOS
 
 
DEFESA DE HONRA
    Quando por aqui passaram as hostes romanas de Trajano que acamparam no Castro de S. Domingos, um chefe militar ou lugar-tenente raptou, à passagem por Queimada, uma linda rapariga por quem se apaixonou. Procurou convencê-la a segui-lo para o acampamento. Renitente, acabou por ir à força. A moça tinha sete irmãos que tentaram, em vão, defender a honra da rapariga. Presos, foram degolados. Um deles, segundo a lenda, terá sido o primitivo S. Domingos em honra do qual foi erguida a ermida, no alto do monte do mesmo nome que na altura pertencia ao termo de Queimada, e de onde se avistam os restantes seis irmãos, todos santos e cada um com a sua ermida, aquém e além Douro, como é o caso de S. Leonardo de Galafura.
 
 
 FRAGA DA FERTILIDADE           
     D. Afonso V, terá visitado a ermida na companhia de sua esposa Dona Isabel em 1454, e terão dormido ao relento sobre uma fraga situada junto á capela de S. Domingos e ficaram crentes que tal facto lhes proporcionou a fecundação de um filho que à longo tempo esperavam, viria a nascer, D.João.      Mais tarde D. João casou-se com D. Leonor e tambem não conseguiam ter filhos, D. Afonso V falou da ermida e da fraga a seu filho.     D. João e D. Leonor deslocaram-se a S. Domingos procurando ajuda divina para que lhes fosse concedido um sucessor, repetiu-se o ritual  e com igual resultado.      Voltaram a S. Domingos uma segunda vez em finais de 1483, já com o seu filho varão, o príncipe D. Afonso, nascido a 18 de Maio de 1475.  Desde então é atribuído a S. Domingos e particularmente á fraga, poderes de procriação.    Diz-se que D. João como agradecimento, mandou restaurar a capela e reproduzir sobre a porta principal o seu escudo.  
 
 
"A  MINA"
     A meio da serra existe uma profunda fenda, num descomunal penedo, a que chamam “a Mina”. Segundo o que ouvi contar na minha infância, no fundo dela, deixados pelos mouros, estão três grandes potes, o primeiro cheio de mosquitos, o seguinte atulhado de peste e o último a abarrotar de ouro, para ter acesso a este, é necessário afrontar o mortal conteúdo dos que o precedem; claro está que nunca ninguém o conseguiu até agora. Verifiquei na minha juventude, em conjunto com alguns amigos,  que na extremidade da “Mina” não havia qualquer vestígio de seguimento. É provável que tenha sido nela que teve origem a lenda da existência duma galeria subterrânea ligando o monte de S. Domingos ao rio Varosa, para defesa dos primitivos povos que por ali paravam. Sobre esta “Mina”, acrescentou a imaginação popular a versão que ouvi em rapaz, a qual dizia que ela liga directamente os altares da capela de S. Domingos e o da igreja de Nossa Senhora dos Remédios em Lamego.
 
 
 
 SUBIDA AO MONTE DE S. DOMINGOS
 

A "tradição mantém-se" e os Valdigenses, todos os anos "sobem" até ao Monte de S. Domingos no dia 24 de Junho, uns movidos pela fé, afim de agradecer a S. Domingos o milagre por si operado, diz-se que, a imagem de S. Domingos se voltou para Valdigem afim de a proteger de uma enorme enxurrada capaz de a arrasar e como gratidão e homenagem passou a efectuar-se esta romaria, e outros para desfrutar do magnífico espaço.

 

Por sugestão de um conterrâneo e por partilhar da sua opinião, a subida ao Monte de S. Domingos, deveria ser feita como outrora, ou seja, a pé monte acima, por trilhos e caminhos que existiam para esse fim... assim a tradição seria isso mesmo...
    A serem reatados os caminhos, seriam uma mais valia para Valdigem e quem sabe convite a que muitos peregrinos ou meros turistas nos visitem.
 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

21:38


1 comentário

De Rui Taborda a 17.02.2012 às 12:48

Parabéns pelo blog.
Gostei muito de o visitar e ler. 
Vou levar a foto da ermida para publicar no grupo Lamego, no facebook 

http://www.facebook.com/groups/115167555190646/ (http://www.facebook.com/groups/115167555190646/)  )


Espero que não leve a mal.

Abraço
Rui Taborda  

Comentar post




Mais sobre mim

foto do autor


Contacte:

f.nunes.duarte@hotmail.com

 .

.



.

.

Hino Nacional

.

.

.

.

Ver mapa maior

.

.

Festas Valdigem-Atletismo Outros

.

.

Vinho do Porto

.

.

Quinta dos Poços / Pacheca & ...


.

.

Desfile dos Ramalhos 2010


.

.

Natal 2007

.

.

Percursos Pedestres

C.M. de Lamego

(Sr. Pedro Fragueiro)

.

.

Neve 2009

.
.

Carnaval 2009

.
.

Festa Valdigem 2012

.

.

LOGO

C.M. Lamego

.

.

C. M. Peso da Régua

.

.

Douro4u

.

.

Enciclopédia Livre

.

.

Dicionário Portugues

.

.

.

.

Futebol Clube do Porto

.

.

Sport Lisboa e Benfica

.

.

Sporting Clube de Portugal

.

.

Telefones Úteis

.

.

.


.

Rádio Clube de Lamego


Comentários recentes