Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


VALDIGEM DE VINHEDOS... QUAIS JARDINS ENCANTADOS QUE ESCONDEM SECULARES SEGREDOS, MÁGOAS E ÁRDUO TRABALHO, ONDE OS AVÓS DOS AVÓS CULTIVARAM E FIZERAM AMADURECER CADA RUGA QUE TEM SEU ROSTO…

Sentido pesar... Rev. Sr. Pe. João Ferreira Rodrigues

Francisco Duarte, em 04.08.06

 

 

 

Um ano após a sua morte, é muita a saudade... é enorme a falta da sua presença física... "é notório a falta do seu brilho"

 

 

 MAS ESTARÁ PARA SEMPRE NOS CORAÇÕES DOS VALDIGENSES

 

Foram completados 26 anos de Sacerdócio no dia 20 de Agosto de 2009, 26 anos de devoção, de dedicação e de luta por um povo, "Valdigem". Quis Deus, que tal entrega tivesse o seu "fim" no dia 28 de Agosto de 2009, o nosso Pároco, Sr. Padre Ferreira, foi chamado á sua morada final... Os seus amigos e Valdigenses prestam-lhe  sentida homenagem de agradecimento... A toda a família, sentidas condolências .   Descanse em paz

 

 

 

Breve trecho biográfico:

 

Rev. Sr. Pe. João Ferreira Rodrigues, Pároco de Valdigem, de onde era natural, e Capelão Militar no Centro de Instrução de Operações Especiais (CIOE), sediado em Santa Cruz, na Cidade de Lamego.
Nascido a 10 de Março de 1958, em Valdigem, concelho de Lamego, frequentou os Seminários Diocesanos desta Diocese. Foi ordenado diácono a 01 de Dezembro de 1982 e Sacerdote a 20 de Agosto de 1983, pelas mãos de D. António Xavier Monteiro. Nesse mesmo ano, em Dezembro, começou a auxiliar o Rev. Pe. João Cardoso dos Santos mas só em 1990 seria nomeado Pároco da sua terra natal.
Em 1985, foi nomeado Capelão Militar. Actualmente era Capelão junto do Centro de Instrução de Operações Especiais (CIOE).

 

Imagens de homenagem... um ano após a morte do Sr. Padre Ferreira

(Imagens cedidas gentilmente pelos Valdigenses e fotografadas por: Miguel Duarte)

 

 

Inauguração

Calçada Padre João Ferreira Rodrigues

 

Video cedido por: Miguel Duarte

Autoria e outros dados (tags, etc)

17:05


9 comentários

De Anónimo a 01.09.2009 às 18:38

Valdigem ficou mais pobre com a partida do amigo e sacerdote.
Aqui deixo um desafio aos amigos e familiares, porque não transportam tudo o recordam do nosso estimado e saudoso Padre João Ferreira e passam para um livro que o dignifique, que sirva de exemplo aos vindouros, para que a sua memoria não entre no esquecimento. Ele faz parte da história dessa terra e a ela se dedicou de corpo e alma. Levou os amigos a gostarem e apreciar o seu berço que ele tanto amava. Tal como eu muitas foram as pessoas que se cruzaram no seu caminho desde a meninice, o seminário até ao leito do seu sofrimento.

Comentar post




Mais sobre mim

foto do autor



Comentários recentes